Coca-Cola campanhas.


Não vou entrar no mérito da Coca-Cola ser uma empresa boa ou ruim, mas que eles mandam bem, isso não da pra negar.

Recentemente eles fizeram a campanha “El Cajero de la felicidad.”, onde um caixa eletronico, possuia a mensagem para pegar 100 euros grátis, mas só se você se comprometer em compartilha-lo. O resultado é interessante, é claro que não temos como saber o que todas as pessoas fizeram com o dinheiro, mas de qualquer forma, é uma lição para o compartilhamento.

Outra campanha interessante, foi a “Coca-Cola Let’s Go Crazy” convidando as pessoas a serem mais loucas. Ambos os videos valem o seu tempo e ainda mais.

Urna eletrônica, seria ela confiável?


Não ouço muitos comentários a respeito da urna eletrônica e não me parece que a população realmente se pergunte se ela é realmente segura. Dentro do Brasil existe uma massiva propaganda que temos o melhor (ou um dos melhores) sistemas eleitorais do mundo, mas seria este realmente seguro? O Brasil já emprestou urnas eletrônicas ao Paraguai o qual proibiu a utilização da mesma depois de utilizar já que a mesma é insegura, outros paises de primeiro mundo também proibiram urnas eletrônicas semelhantes a nossa.

Segue um video onde o assunto é tratado:

Outro video onde a renomada Universidade de Princeton demonstra que o tipo de urnas usada no Brasil é burlável:

O modelo é outro, mas é do mesmo fabricante, a Diebold. Para os mais interessados em especificações tecnicas, existe artigos que relatam o processo mais profundamente.

Após isso, chego a conclusão que as eleições podem ou não estar sendo manipuladas mas com a certeza que o sistema deixa brecha para as eleições serem manipuladas. Os métodos utilizados por outros paises para tornar a eleição mais segura, como a impressão do voto (sem a retirada do local) e armazenamento em uma urna fisica para comparação posterior adiciona e muito na segurança. Afinal, os partidos terão como conferir os votos e então por mais que os “contadores” humanos possam ser comprados, cada partido teria o seu o que anularia essa possibilidade.

Aos que tiverem interesse, existe um grupo no Facebook denominado “Quero meu voto impresso” que mantém informado sobre esse assunto e representa aqueles que desejam o Voto Impresso, entre nessa comunidade e vamos crescer e com o tempo exigir o nosso direito.

Significado é o novo dinheiro


Agora, como diz a escritora Tammy Erickson, “meaning is the new money” (significado é o novo dinheiro).

As pessoas estão repensando a forma como viver e principalmente como trabalhar. A busca pela satisfação pessoal vem crescendo e com isso cada um de nós acaba pensando uma vez ou outra, o que realmente nos da prazer e onde queremos trabalhar.

“O tema ganha relevância nos departamentos de RH e vai ser indisfarçável quando as empresas simplesmente não conseguirem mais reter talentos, porque todas as mentes criativas estarão questionando os modelos vigentes e avaliando se, afinal, querem empregar sua criatividade e energia em uma marca com a qual não se identificam” (Marcelo Cardoso)

A revista Trip fez uma publicação bastante interessante sobre o assunto nomeada: “Homens trabalhando – O trabalho só enobrece o homem se ele tiver sentido para quem trabalha” e eu recomendo a leitura, me identifiquei com a mesma já que estou me formando agora e aquelas perguntas clássicas começam a aparecer.

Achei interessante que na publicação deles eles citam o video “O que você esta fazendo agora

Pulo da Estratosfera.


A Red Bull esta a algum tempo com seu projeto Red Bull Stratos em desenvolvimento e hoje (14/10), Felix Baumgartner, finalizou o projeto, realizando o pulo apartir de um balão que estava na estratosfera. Com esse pulo conseguiu alguns recordes mundiais, como o primeiro homem a atingir a velocidade do som em queda livre, o salto mais alto já realizado entre outros.

A transmissão ao vivo aconteceu hoje (14/10).

Espero que goste da imagem e se quiser mais, acesse o site oficial que possui diversos outros materiais.

Mudanças nas escolas


Ken Robinson nesta apresentação no TED diz que a escola limita nossa criatividade e que isto é algo que deveria ser muito estimulado. Ele conta que na epoca dele, possuir uma faculdade era uma garantia de emprego e que atualmente as atividades que precisavam de uma graduação precisam de um mestrado, as que precisavam de um mestrado precisam de um doutorado. Com o tempo, as atividades “mais banais” precisarão de Doutorado fazendo com que o Doutorado não seja algo tão supior pois será muito comum então o sistema de ensino deve ser repensado e auxiliar a criatividade das crianças ao invez de limitar.

A palestra dele é bastante engraçada e descontraida, vale a pena ver.

Matheus

Seria o Facebook a nova TV?


Por que diabos o Facebook seria a nova televisão, deve ser o que você esta se perguntando. Bom, sempre pensei que a televisão estava ultrapassada, que as noticias que são transmitidas muitas vezes são manipuladas e que ela induz o telespectador a não pensar e só aceitar as informações que estão sendo repassadas. Ela não auxilia a criar um senso critico, o que não é bom.

E onde entra o Facebook nessa historia? Recentemente, comecei a prestar atenção no que recebo na minha timeline do Facebook. A conclusão que eu cheguei é que grande parte das coisas são inuteis, mas isso não tem nada a ver com o Facebook ser a nova televisão, o que realmente tem é que você (usuário de facebook) não tem trabalhado seu senso critico com as diversas informações que recebe e sai por ai propagando essas informações erroneas sem verificar a procedencia das mesmas.

Por exemplo, semana passada, existiu uma onda de compartilhamento falando que o Marty McFly do filme “Back to the future” havia viajado para a data especifica do mes. Alguem se deu o trabalho de pesquisar e confirmar se isso era verdadeiro? Pode parecer algo insignificante, mas coisas como essa demonstram o nosso senso critico.

Esse comportamento talvez seja uma herança que temos da época em que assistiamos muita televisão (já fomos afetados) e agora o Facebook permite a cada um de nós trabalhar como um canal de televisão, propagando as informações que desejamos. Então o Facebook é a Televisão e nós somos os canais.

Com essa pequena reflexão, espero que você conclua que a responsabilidade de manter o seu canal honesto e interessante é inteiramente sua. Mas você pode me dizer, se você não gosta de um canal não assista. Sim, temos essa opção, mas se todos trabalhassem para produzir informações interessantes, uteis, colaborar com o aprendizado e formação de outras pessoas, teriamos um mundo bem melhor. Afinal, a internet não surgiu para ser uma televisão do futuro. Então cabe a você decidir que tipo de canal você será.

Matheus